quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

SÍNDROME DE CAIM


Gênesis 4
1
 E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.
2
E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
3
 E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.
4
E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta.
5
Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.
6
 E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
7
Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.



No capitulo anterior de Genesis, temos uma das mais importantes narrativas da história humana, a contaminação do homem e da terra pelo pecado a chamada “queda do homem”. Como previsto no próprio texto a conseqüência seria inevitável e se arrasta até hoje. Depois desse fatídico episódio ouso em dizer que a humanidade se define em dois tipos de personalidade “Os Cains e os Abels”. Os que perambulam a vida e os que fazem a vontade de Deus.
A análise é fácil e rápida, a motivação para se chegar a Deus novamente é que determina como de fato somos. Observe que Deus em momento algum disse que o pecado de Caim era sua oferta. O pecado de Caim foi irar-se porque sua oferta não havia atingido a expectativa (de quem?), dele é claro! Muitos cristãos e líderes estão cometendo esse velho erro, o de fazer as coisas para o Senhor com a motivação errada e conseqüentemente não obter o resultado esperado. Mais não vai mesmo! Fazer a obra de Deus não significa fazer a vontade dEle. Logo, o sujeito se “decepciona com Deus” Irando-se e depois, bem, depois como diz o jargão “podemos até saber qual pecado vamos cometer, só não sabemos qual conseqüência ele trará”. Pecar é errar o alvo. Esse tipo de comportamento é genético no homem por causa do pecado original e mesmo nós que já fomos resgatados por Cristo, ainda trazemos em nossa natureza humana essa característica. Talvez por isso, combatendo a reação de Caim Deus disse a ele que aquilo era esperado, mais cabia a ele dominar. (Irai-vos mais não pequeis).
Conhecemos do que uma pessoa é realmente feita, quais seus princípios e valores, por suas reações e não pelas ações necessariamente. Ações são premeditadas, mais as reações não, vêm de subto da alma da gente. Sabendo dessa fraqueza Deus resolveu esse problema com o segundo episódio mais importante da nossa historia. A crucificação mudou a nossa natureza possibilitando assim manifestar o fruto do Espírito (que agora habita em nós) Gálatas 5 – para calar qualquer manifestação de Caim dentro de nós agindo ou reagindo nos dá entre tantas qualidades o DOMINIO PRÓPRIO!  
Encerro deixando essa conclusão. Não vá até ao Senhor com as motivações erradas, as conseqüências podem ser drásticas (decepção com Deus, esfriamento e morte). Não vá pedir nada, propor nada... Vá até o seu Senhor deixar tudo, a começar pelos resquícios de sua velha natureza que insiste em se manifestar; vá deixar suas ansiedades, seus sonhos, sua fraqueza, seu amor por Ele, sua devoção. E viva como um Abel, com a atenção de Deus voltada para você. (e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta).
Leonardo Barros
Soli Deo gloria

Nenhum comentário:

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget

QUEM SOU

Minha foto
SÃO ROQUE, São Paulo, Brazil
Eu descobri em mim mesmo desejos os quais nada nesta terra podem satisfazer, a única explicação lógica é que eu fui feito para um outro mundo.
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar este blog